O ESPÍRITO DO MEDO: ROMA E O ABSOLUTISMO

Adilton Luís Martins

Resumo


Este artigo apresenta a tese de que o filósofo iluminista Montesquieu produziu uma teoria histórica e política baseada na história de Roma. O foco principal deste texto está na associação entre a ideia de que o Império romano e o despotismo oriental são semelhantes. Para o filósofo, a corrupção destruiu o espírito da liberdade e da virtude da República romana e instaurou um império baseado no medo, que é o princípio do despotismo. A fonte principal de análise é a obra Espírito das Leis.


Palavras-chave


Montesquieu; República romana; Despotismo oriental; Império romano; Espírito das Leis.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31669/herodoto.v1i1.39

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




##submission.license.cc.by-nc-nd4.footer##



Universidade Federal de São Paulo

Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Departamento de História
Estrada do Caminho Velho, 333 - Bairro Pimentas
CEP:07252-312 - Guarulhos - São Paulo - Brasil
mundoclassiconectado@unifesp.br
 
Heródoto - ISSN Eletrônico - 2448-2609