Heródoto e as mulheres egípcias: a construção dos comportamentos femininos no segundo logos das Histórias

Nathália Monseff Junqueira

Resumo


Com o objetivo de apresentar novas possibilidades de se estudar as mulheres na Antiguidade Clássica, englobando as discussões da História Cultural, estudos de gênero, identidade e subjetividade dos sujeitos históricos, escolhemos como fonte para esse artigo a obra do historiador grego Heródoto de Halicarnasso, que escreveu Histórias no V a.C. Nossa intenção é a de analisar as passagens que selecionamos no Livro II em que as mulheres egípcias são relatadas em diversas situações, procurando evidências de que esse historiador compartilharia de um ideal de mulher que poderia fazer parte do imaginário de uma parcela da população masculina ateniense. Assim, demonstramos a maneira como esse padrão de comportamento feminino aparece na nossa fonte e como outras práticas sociais femininas poderiam habitar o mesmo mundo imaginado para as mulheres no mundo antigo.


Palavras-chave


Egito; Grécia; História Antiga, gênero, Heródoto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




##submission.license.cc.by-nc-nd4.footer##



Universidade Federal de São Paulo

Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Departamento de História
Estrada do Caminho Velho, 333 - Bairro Pimentas
CEP:07252-312 - Guarulhos - São Paulo - Brasil
mundoclassiconectado@unifesp.br
 
Heródoto - ISSN Eletrônico - 2448-2609