A noção de fé verdadeira na obra poética de Prudêncio: uma análise do poema Apotheosis

Ana Teresa Marques Gonçalves

Resumo


Num momento em que se buscava a consolidação dos princípios cristãos, levando os convertidos a terem práticas sociais próprias e diferenciadas das exercidas pelos gentios, Prudêncio oferece uma obra, denominada Apotheosis, na qual defende uma unicidade identitária para os cristãos, o que os faria identificar os erros das crenças indicadas como heréticas. Apresentando de forma poética os principais desvios na fé, o autor busca fornecer uma noção de fé verdadeira na qual os conversos poderiam se pautar para desenvolver as condutas corretas para aqueles que queriam seguir o Cristianismo e obter uma vida eterna após a morte. Trata-se de uma obra proselitista, que buscava fornecer cânones de exercício da fé cristã para os já convertidos e para os gentios em vias de conversão.


Palavras-chave


Prudêncio; Apotheosis; Cristianismo; identidade; fé; heresia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31669/herodoto.v2i2.290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




##submission.license.cc.by-nc-nd4.footer##



Universidade Federal de São Paulo

Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Departamento de História
Estrada do Caminho Velho, 333 - Bairro Pimentas
CEP:07252-312 - Guarulhos - São Paulo - Brasil
mundoclassiconectado@unifesp.br
 
Heródoto - ISSN Eletrônico - 2448-2609